Ricardo Ferraço entra na briga para impedir manobra contra o Estado

Senador denunciou uma ação do governo federal que pode retirar investimentos do Espírito Santo

Uma manobra do governo federal pode trazer prejuízos ao Espírito Santo. O Executivo Federal determinou que a Vale, para renovar com antecedência a concessão da Vitória Minas – que só vence em 2026 -, terá que fazer novos investimentos na implantação de uma nova ferrovia na região Centro-Oeste do país ao invés do Espírito Santo, como foi pactuado pelo presidente Michel Temer (MDB) e parlamentares capixabas que atuam em Brasília. O que foi estabelecido entre as partes era a construção de uma linha ligando a capital capixaba ao município de Presidente Kennedy, que receberá um complexo industrial e portuário do Porto Central.

Para impedir esta artimanha, o senador Ricardo Ferraço (PSDB) garante que irá entrar com uma ação na Justiça para frustrar os planos da União. “O governo federal não pode aceitar ou mesmo orientar que a Vale faça investimentos na região Centro-Oeste, como resultado da renovação da concessão da Vitória-Minas, em lugar de investir aqui no Espírito Santo, onde temos grande impacto social, econômico e ambiental. Não podemos e não aceitaremos. Vamos brigar pela ampliação da ferrovia até Presidente Kennedy, onde temos projetado o Porto Central. Vamos às ultimas consequências. E, se for o caso, recorreremos à Justiça contra essa violência e essa covardia contra o Espírito Santo e os capixabas”, desabafou Ferraço em seu perfil no Facebook.