Comércio capixaba volta a abrir lojas após três anos de retração

Primeiro semestre de 2018 se destacou com saldo de 105 lojas abertas no ES

O saldo de abertura de lojas do Espírito Santo registrou valores positivos no primeiro semestre de 2018, totalizando 105 lojas abertas. Esse número corresponde ao saldo líquido entre aberturas e fechamentos de estabelecimentos comerciais com vínculos empregatícios. Mesmo não sendo o resultado definitivo do ano, o primeiro semestre de 2018 ficou positivo após três anos com lojas encerrando definitivamente suas atividades.

Os dados são do Levantamento de Estabelecimentos Comerciais, realizado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), divulgada pela Federação do Comércio de Bens, Turismo e Serviços do Espírito Santo (Fecomércio–ES).

O comércio varejista do Espírito Santo começou a registrar resultados negativos em 2015 quando fechou o ano com queda de 7,7% nas vendas em relação ao ano anterior. Em 2016, a retração foi ainda mais profunda, com recuo de 10,6% nas vendas do comércio capixaba. Em 2017, o ritmo de queda recuou em 2,3% e no primeiro semestre de 2018 vem tentando reverter o quadro recessivo, mostrando alta de 8,1%.

Os dados são da Pesquisa Mensal do Comércio do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. Nesse contexto, pode-se perceber que o movimento de fechamento e abertura de estabelecimentos comerciais acompanhou a oscilação das vendas.

Segundo o presidente da Fecomércio-ES, José Lino Sepulcri, 2018 se mostra como um ano de crescimento para o Brasil, porém, destaca que as indefinições do cenário político e eleitoral impedirão um avanço mais significativo. “Os reflexos no retorno dos investimentos como a abertura ou reabertura de negócios com a consequente geração de empregos acontecem de forma ainda mais gradual. Mas os resultados positivos não deixam de ser um sinal importante para perspectivas futuras, de médio e longo prazo”, conta.