Vândalos roubam fios de decoração de Natal e prejuízo chega a R$ 150 mil

Bairro mais atingido foi a Praia do Canto. Um trecho da Ilha do Frade até a Enseada do Suá ficou sem iluminação na noite de ontem

Os vândalos que agem de forma criminosa o ano inteiro em Vitória também roubaram fios de ornamentação de Natal. Foram sete furtos em menos de um mês e um prejuízo estimado de R$ 150 mil aos cofres públicos.

O bairro mais atingido foi a Praia do Canto. Um trecho da Ilha do Frade até um centro comercial da Enseada do Suá ficará sem iluminação na noite desta sexta-feira (28). Porém, em outras situações o reparo é imediato para que a cidade não perca o brilho de Natal e valorize o investimento feito na beleza da capital.

Técnicos da Secretaria de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana de Vitória (Setran) fizeram o sétimo boletim de ocorrência (BO), nesta sexta-feira (28), sobre os roubos de material que servia à iluminação de Natal.

Um dos trechos vandalizados foi entre a Praça dos namorados, na Praia do Canto, até a subida da Terceira Ponte, na Enseada do Suá. O canteiro central e a lateral da pista também tiveram a iluminação comprometida em outras oportunidades.
Crime

“São cabos utilizados para instalação dos enfeites natalinos que foram levados na maior parte das vezes. Uma agressão à cidade, pois tira um pouco de seu brilho. Os vândalos não respeitam nem a época de Natal, mas estaremos atentos e em parceria com a Guarda Municipal tentaremos minimizar situações como essa em busca dos vândalos”, disse o secretário executivo da Setran, Marcos Paulo Aranda.

Marcos Aranda explicou ainda que equipes ficam de prontidão para fazer a reposição do material, mas é um trabalho difícil, pois ocorre numa estrutura delicada e cuja instalação é complexa.

Represália

Há menos de um mês, aproximadamente, 900 metros de fios foram furtados dos semáforos localizados na avenida Américo Buaiz, na Enseada do Suá, próximo à EDP Escelsa, e na avenida Saturnino de Brito, na Praia do Canto.

“É um crime revoltante é estaremos atentos. São os mais diversos tipos de vandalismo. Crime que não escolhe dia e nem horário e requer um grande esforço, mas acreditamos que com represália vai diminuir”, destacou Aranda.

A Secretaria Municipal de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana de Vitória (Setran) registrou a ocorrência na Delegacia de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio. Os cabos já foram substituídos pela Setran e os semáforos voltaram a funcionar normalmente.

O prejuízo estimado foi de R$ 14 mil aos cofres públicos. Segundo o Código Penal Brasileiro, trata-se de crime contra patrimônio público. Se algum munícipe presenciar esses furtos ou outro tipo de depredação contra o patrimônio público, deve acionar a Guarda Municipal e a Polícia Militar no número 190.