Subsecretária pontua as razões para o ES ser exemplo no Ensino Médio

Andressa Buss, da Sedu, elencou os motivos que fizeram o Estado ficar em 1º lugar no IDEB

A subsecretária de Planejamento e Avaliação da Secretaria de Estado da Educação (Sedu), Andressa Buss Rocha falou na Assembleia Legislativa ontem (4) sobre o resultado que colocou o Ensino Médio no Espírito Santo em primeiro lugar no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica do Brasil no quesito aprendizagem de língua portuguesa e matemática, com a média 4,78.

A gestora atribuiu o resultado a três projetos: “Escola Viva”, “Jovem de Futuro” e “Pacto pela Aprendizagem”. “Estamos colhendo os frutos de um trabalho coletivo e essa vibração precisa chegar às salas de aula para que muito em breve possamos alcançar as metas traçadas no Plano Estadual de Educação”, afirmou a subsecretária.

Outro resultado comemorado foi a queda nos índices de abandono e reprovação das Escolas da Rede Pública Estadual. O índice de abandono que em 2014 era de 8,1%, caiu para 3,4% na avaliação de 2017. Já o de reprovação era de 18,8% em 2014 e caiu para 13,6% em 2017. Na avaliação das Redes Estaduais, o Espírito Santo alcançou o segundo lugar no país, ficando atrás apenas do Estado de Goiás.

Mitch Morse Womens Jersey