Praia de Camburi ganha campanha e produtos para ser vitrine turística da capital

Iniciativa faz parte do projeto “Camburi minha praia”, que foi lançada pela concessionária que administra os 14 quiosques localizados na orla

Que tal usar produtos que fazem referência à praia de Camburi, como bolsas, viseiras, copos e guarda-sóis? A iniciativa faz parte da campanha “Camburi minha praia”, que foi lançada pela concessionária que administra os 14 quiosques localizados na orla, na tarde desta quarta-feira (19).

Também fazem parte da proposta cartões-postais com imagens de vários pontos da praia, uso da hashtag #camburiminhapraia nas mídias sociais e, ainda, a implantação no calçadão de um grande letreiro formando as palavras “Camburi minha praia”.

“Queremos resgatar o amor do capixaba pela orla de Camburi, atraindo turistas e moradores da Grande Vitória para frequentar o calçadão e os quiosques. Camburi voltará a ser opção de entretenimento, gastronomia e turismo, uma vitrine turística da capital”, apontou o sócio-diretor da Ecos Eventos, concessionária que administra os quiosques, Raimundo Nonato.

 

Praia de Camburi tem quase 5 km de extensão e é uma das mais frequentadas da capital

 

“A revitalização da praia de Camburi a partir da ocupação de quiosques com restaurantes de qualidade e por pessoas apaixonadas por Vitória faz toda a diferença. O projeto vai muito além, pretende reconquistar o amor do morador da capital, do Estado e dos visitantes pela orla, que é maravilhosa e agora com muito mais estrutura”, afirmou o presidente da Companhia de Desenvolvimento, Inovação e Turismo de Vitória, Leonardo Krohling.

Esses equipamentos e produtos turísticos serão somados às ações que o município implanta para incrementar o turismo de lazer na capital, fomentando e levando para fora o nome da praia de Camburi e de Vitória e a cultura capixaba.

Produtos

Ainda não há uma data para iniciar a comercialização desses e de outros produtos que possam ser desenvolvidos, pois a marca “Camburi minha praia” será licenciada para que empreendedores possam fazer a venda.
Interação

O empresário Raimundo Nonato adiantou que, na próxima semana, será disponibilizado um número de celular para que moradores e turistas façam sugestões e tirem dúvidas sobre funcionamento dos quiosques e outros serviços por meio do aplicativo WhatsApp. “A previsão é de que, na segunda quinzena de janeiro, o app e o site entrem em operação”, afirmou.

 

Imagem ilustrativa do novo quiosque 1 na Praia de Camburi

 

Quiosques

A concessionária também adiantou que, no próximo dia 25, os quiosques 2 e 6, que estão em obras, começam a funcionar novamente. O quiosque 1 deve estar pronto até o final de janeiro e, o 7, em março. Estão em atividade, as unidades 3, 4 e 5.

A previsão é de que os quiosques localizados em Jardim Camburi terão suas obras de melhorias iniciadas logo após o verão. Os projetos já estão em análise na Prefeitura.
Otimismo

A sócia-proprietária do restaurante Regina Maris da Ilha, que está no quiosque 3, está bem otimista com o projeto. “Nós amamos Camburi, e a gente percebe que o projeto vai fazer toda a diferença. É algo muito bem pensado, planejado e que dará bons frutos”.

“Aceitamos o convite e acreditamos que o projeto proposto para a orla de Camburi é muito interessante e, por isso, estamos investindo. Queremos entregar para os clientes o melhor da culinária capixaba”, contou o proprietário do Moqueca Prime, restaurante que está no quiosque 4, Gilson Francisco Silva.

Fábio Paixa, dono do restaurante Panela de Barro, que funciona no quiosque 5, disse que quer fazer um trabalho inovador e ajudar a incrementar ainda mais a orla. “A perspectiva é a melhor possível, movimentado ainda mais a orla. Para isso estamos preparando novos cardápios, com novidades em frutos do mar”.

 

Perspectiva do novo quiosque 6 em Camburi