Mais de 1.6 mil vagas para estudar de graça em faculdades do Espírito Santo em 2019

São vagas em mais de 60 cursos, e entre os mais demandados estão: Administração, Direito, Enfermagem, Psicologia, Pedagogia e Engenharias, por exemplo

Quem já concluiu o nível médio pode entrar em uma faculdade por meio das 1.686 vagas abertas pelo Programa Nossa Bolsa para o próximo ano. Para participar da seleção, os candidatos devem utilizar o número de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e informá-lo na hora do cadastro. Segundo a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), as inscrições podem ser feitas a partir das 18 horas desta terça-feira (18) até o dia 17 de janeiro.

Os interessados devem se cadastrar no www.nossabolsa.es.gov.br. “Vamos ofertar bolsas de graduação em 34 instituições privadas de ensino superior do Estado. Os interessados devem ficar atentos às regras do programa, inclusive em relação à obrigatoriedade de utilizar o número do Enem para concorrer às bolsas”, explicou o diretor-presidente da Fapes, José Antonio Bof Buffon.

São vagas em mais de 60 cursos, e entre os mais demandados estão: Administração, Ciências Contábeis, Direito, Enfermagem, Psicologia, Pedagogia, Engenharias e Sistema de Informação, por exemplo.

Um dos objetivos do Nossa Bolsa é chegar a quem mais precisa e, por isso, as vagas são ofertadas em faculdades particulares de 16 municípios espalhados por todo o Estado.

Os recursos financeiros para a execução do edital aberto em dezembro são de R$ 58 milhões, a serem utilizados no período de até cinco anos – duração estimada dos cursos, provenientes do Fundo Estadual de Ciência e Tecnologia (Funcitec).

Para 2019, o orçamento do programa ficou previsto em R$ 24,3 milhões, sendo R$ 23,45 milhões para cursos de graduação. O restante dos recursos será destinado, por meio de editais específicos, para bolsas de mestrado e de iniciação científica.

Para ser habilitado a concorrer a uma vaga pelo Nossa Bolsa na graduação, o candidato precisa tirar, pelo menos, 450 pontos na redação e 500 pontos na prova objetiva do Enem. Porém, a ordem de classificação é definida somente pela média aritmética das provas objetivas.

Mitch Morse Womens Jersey