Juliana Sales sai da cadeia em Cariacica

Ela foi considerada pela Justiça conivente com o brutal assassinato dos próprios filhos cometido pelo marido, o pastor Georgeval

Presa desde junho, Juliana Pereira Alves deixou na madrugada desta quinta-feira (8) o Centro Prisional Feminino de Cariacica (CPFC). Ela, que era mãe dos irmãos Joaquim Alves, 3, e Kauã Salles, 6, encontrados carbonizados no dia 21 abril em Linhares, teve o pedido de liberdade provisória acatado pela Justiça.

A solicitação de revogação da prisão foi feito pela defesa de Juliana, durante audiência realizada no dia 23 de outubro, em Linhares, com base nos depoimentos e nas provas produzidas. A decisão foi proferida na quarta-feira (7), pelo juiz responsável pelo caso, André Bijos Dadalto, da 1ª Vara Criminal de Linhares.