Arquiteto apresentará proposta para segurança na Terceira Ponte a deputados

Comissão de Infraestrutura da Assembleia se reúne na segunda-feira para discutir um meio de inibir suicídios na via

Nesta segunda-feira (5), a Comissão de Infraestrutura, de Desenvolvimento Urbano e Regional, de Mobilidade Urbana da Assembleia Legislativa debate proposta de proteção contra suicídios para a Terceira Ponte. Sobre possível solução para inibir fisicamente as pessoas de saltarem da via, os deputados ouvirão o arquiteto Carlos Eduardo Calmon.

O colegiado também deve contar com a presença do diretor-geral da Agência de Regulação de Serviços Públicos do Espírito Santo (Arsp), Antonio Julio Castiglione Neto, e do diretor-presidente da Concessionária do Sistema Rodovia do Sol (Rodosol), Geraldo Dadalto. A reunião será às 10 horas, no Plenário Rui Barbosa.

Desde janeiro de 2017, tramita na Casa um Projeto de Lei que propõe a obrigatoriedade de instalação de grades, telas, redes ou outro meio de proteção contra os suicídios em toda extensão da Ponte Deputado Darcy Castello de Mendonça, a chamada Terceira Ponte. O projeto é de autoria do deputado Euclério Sampao (DC).

A Comissão de Infraestrutura é presidida pelo deputado Marcelo Santos (PDT). Jamir Malini (PP) é o vice-presidente e Gilsinho Lopes (PR), membro efetivo. Dary Pagung (PRP), Enivaldo dos Anjos (PSD) e Janete de Sá (PMN) são suplentes.